quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Segui o caminho para onde o vento me soprava nas costas


Lisboa 2009

4 comentários:

Alberto Velez Grilo disse...

Magnífica.

Gosto do pormenor do sapatos, os seus presumo, e das pedras mais brancas.

Parabéns

Joana Andrade e Sousa Lamas disse...

Adoro as pedras desalinhadas!

Anónimo disse...

Visto deste ponto
Parece que não há muito a fazer
Ou atrevessa-se com coragem
Vindo do passado como quem vem da memória
de dias felizes ou quentes
Ou roda e roda mais o teu café,
parte e não olhes para trás
Consegue a ininterrupta celeridade
E chegaste...

Isto é o que esta fotografia me faz pensar

RMP disse...

Gosto dos carris, faz-me pensar que podemos atirar para lá umas quantas pessoas.
Estou a brincar. Nice shot.